quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Recria



O amor chegou.
Recriou.
Fez do mundo, novo mundo.

E o velho, virou novo,
O novo, velho;
O silêncio converteu-se em música;
 
E os aplausos assim se fizeram
Quando do drama, vieram a comédia e o romance.

O amor pintou,
Coloriu.

E o preto e branco de outrora,
Arco-íris com ouro, tornou-se
E sobre nós pairou.

E o sol e as nuvens dançaram
Quando da chuva, um beijo veio.

E o amor chegou.
Recriou.

Casou destino e coincidência,
Tempos diferentes, sorrisos.

E a felicidade assim se fez.

E o amor recriou,
E nos criou um tanto mais.

E ficou.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sobre Saudade



Minha saudade não é dessas comuns;
Não chora;
Não me desfaz.

Minha saudade se mede em distância
160 Quilômetros ou pouco mais.

Saudade-estrada que segue retas,
Cruza curvas perigosas,
Sobe serras, desce pontes.

Saudade-lanche que alimenta meu amor,
Meu sorriso, meu beijo.
Minha paz.

Minha saudade é nome de mulher,
É cabelo ao vento, olhar ingênuo.
É suor, é sorriso, é música.

É moça pequena,
Pele porcelana,
É anjo, é flor.

Minha saudade é saudade de rir com ela
De encostar nossas bochechas, de cheirar-lhe a testa,
Repousar em abraços.

Minha saudade é estrada, é distância.
É mulher, é amor.

Minha saudade é um pôr-do-sol tranquilo.

Minha saudade é dela.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Depois de Nós



Depois da queda, a levantada;
Depois da tempestade, a calmaria;
Depois da dor, o alívio;
Depois do medo, a coragem;
Depois do grito, o silêncio;
Depois da noite, o dia;
Depois do frio, o abraço;

Antes, eu;
Antes, você.

Depois de você, eu;
Depois de mim, você;

Depois do beijo, o sorriso;
Depois, nós.

Depois de nós, amor.
Depois, amor.

Depois, só depois.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Boba Mini-História



Boba história
Virou mini-história de amor
Amor de história,
Ou só um mini-amor de amor.

E os olhos calaram;
A boca apertou;
Os ouvidos ouviram

E o nariz,
Só cheirou mesmo,
Sem poesia mesmo.

E medo do passado
Passado ficou, sem medo
E o medo do amor,
Tornou em amor sem medo.

E os olhos sorriram;
E a boca chorou;
Os ouvidos sentiram;
Do adeus, restou.

Outra dessas de amor.
Outra dessas sem dor.

Ainda de um só lado;
Mas ainda de amor.

Dançou, beijou;
Olhou; penou.
Andou, andou.

Rodou.

Virou boba história;
Bobo amor;
Boba mini-história de amor.

Dançou, beijou;
Olhou; pensou.

Ficou, ficou.
 
Free Blogger Templates