domingo, 15 de abril de 2012

Versos do Amor Bêbado



Assim, veio o amor:
Trôpego,
Estranho,
Negativo.

Olhou-me,
Riu-me,
Beijou-me, enfim...

E riu-me um tanto mais, como que de praxe.

Quis sair;
Voltar;
Congelar-me a mente em único pensamento;
Girar comigo pelos dias e vida.

Eis que eu, confuso de sempre;
Duvidei-me, então,
Calei-me, então.
Neguei; afirmei; joguei-me contra mim mesmo.

E me perdi...
Perdi-me em ti.
E venci a mim mesmo.

E vencemos.
E amamos.
E cá estamos.

Dormimos.
Acordamos.
Eu aqui; tu aí;
Tu aqui: eu aí.

E, enfim, nós juntos.

Abraços, beijos e gritos de saudade.
Whisky, tequila e algo mais a nos atiçar o sex appeal.

1 opiniões:

Fern. disse...

Nossa verdade, nossa embriaguez, nossa paixão, nossa piada, é mais que uma história bonita, é engraçado e faz sorrir! Eu te amo.

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates