quinta-feira, 26 de abril de 2012

Repintura

Retoca, o amante, seu amor;
Pinta de novo o novo coração desbotado,
As velhas flores, o vermelho cintilante.

Redesenha-o com outros traços;
Dá-o brilho nascente.
Equilibra-o à inevitável sombra.

Aperfeiçoa, assim, o tão antes perfeito.

Limpa, em lágrimas, a tinta antiga;
Seca para nunca mais.
Borra o sofrimento;
Apaga um fim.

Amor de peito como tela.
Amado como obra-prima;
Amante como artista;

Faz o céu e nele vive.
Dá as mãos;
Corre ao infinito.

Amante-artista;
Artista-amante.

Repinta o mesmo amor todos os dias.

1 opiniões:

Fern. disse...

Você sempre "encantado", nos versos e na vida meu amor! Eu te amo.

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates