terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Ilusão e Flores


E os olhos mentem para a mente
E a mente para os olhos e o coração...

Vem assim, a ilusão:
Flor de papel vista de longe,
Bela, ainda que sem cheiro e vida,
Leva a atenção do mundo.

Quanto ao amor,
Assim também, por vezes.

E os olhos se enganam,
Como a mente e o coração;
E o amor surge e some como chuva em flor de papel.

Ilusão assim,
Sempre tão confusa e pura;
Sempre tão flor real e de papel.

Sempre tão flor de papel real.

E o coração que se engana,
Mente.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates