terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Fotos de Parede




Eu tive você,
De tempos em tempos,
Sei que tive.

Miragens povoando os espaços de meu norte;
Ilusórias, aos olhos do mundo
Reais, até que me provassem o oposto.

Reais, por tanta vontade que tive.

Procurei-te em mim mesmo;
Procurei-me em ti, também;
E nos achei, despedaçados,
Afastados pelo cruel e imprevisível destino.

Vida irônica que nos uniu,
Ainda que antônimos fôssemos,
Fez-nos dependentes,
Para depois nos impor a distância.

Eu tive você,
Por tanto tempo,
Sei que tive
E teimo em te ter.

Ainda que o vento nos leve lembranças.

Pois aquelas fotos da parede,
Ainda que sem cor
Ou amassadas,

Eram nossas fotos.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates