segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Divino


Quis um sussurro seu,
Sensação que me recordasse como éramos,
Nostálgica que fosse,
Linda, idem.

Dança, apenas nossa,
Desenhando flores em cada passo,
Arrepiando-me, em cada beijo.

Nós, de volta ao passado;
Tu, de voltas aos meus braços;
E eu,
Voltando desse oceano em teus olhos, no qual me perdi.

Abrace-me, amor.
Prenda-me em ti;
Faça-me novamente seu,
Naquela morada de felicidade na qual habitávamos.

Sussure.
Entregue-se.
Ame-me.

E caminhe até a apoteose desse nosso sentimento,
Agora, mais que antes,
Divino.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates