sábado, 18 de dezembro de 2010

Dolor


Veio a dor.

Temporal do fim dos tempos,
Arrancando de meu peito a alegria de dias atrás,
Toda esperança,
E a graça da vida.

Veio a dor aliada à culpa.
O passado me cobrando seu preço.
Caro, tão caro que talvez não possa pagar.

Veio a dor aliada ao medo.
O frio da solidão que me congela e me faz tremer,
Paralisando meus movimentos
E meus pensamentos.

Grito seu nome.
Imploro.
Desespero-me.
Abismo escuro e profundo, esse.

Veio a dor aliada ao seu rancor.
Ignora-me.
Cala-me.
E tenta me esquecer.

Dor.
Essa que me maltrata.
Deixa-me lições.

Alegria,
Esperança,
Graça, que se foram.

Fica a dor.

E as nossas recordações que me fazem acreditar.

Não um 'adeus',
Mas um 'até logo.'

- Leva contigo meu coração
E devolva-me quando voltar.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates