terça-feira, 23 de novembro de 2010

In Prosa: Quanto dura um 'Para Sempre'?


Quanto tempo dura o "para sempre"? Acordei pensando nisso. Pode ser estranho, mas foi.
Ouvir de uma pessoa que 'seremos amigos pra sempre', ou de outra que irá 'nos amar pra sempre', talvez seja só mais uma das tantas frases hiperbólicas que constumamos ouvir no dia-a-dia. Claro, obviamente e, até, naturalmente, sabemos que um "para sempre" nunca irá existir de fato. Mesmo que nosso cérebro teime em se iludir, um dia algo acontece, um dia o "para sempre acaba", como diria Renato Russo.

Talvez, eu seja bem suspeito em falar ou mesmo, criticar quem fala isso. Já disse a amigos que nossa amizade nunca acabaria; já "amei para sempre" uma pessoa durante curtos 19 meses e, agora, cá estou, falando de "para sempres". Ironias da vida... Sei lá... O fato é que, racionalmente falando, um "para sempre" não tem uma vida tão longa quanto a impressão que nos dá.
"Para sempre" é apenas um tempo criado pela nossa parte sentimental - geralmente o amor - que, em realidade, apenas significa "enquanto eu/você/nós puder/pudermos ou quiser/quisermos.

Resumidamente, é isso (ou pelo menos é o que me vem à cabeça).
Contudo, o mais irônico não é simplesmente o significado real dessas palavras, mas a força que elas exercem sobre nós.

Eu sempre saberei que o "para sempre" é só uma utopia. Porém, também sei que ainda vou falar/ouvir muitas vezes mais no decorrer da minha vida. Isso é bom ou mal, pois, como tudo na vida, depende só e somente só, das circunstâncias.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates