quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Renovo


Volta-me, a fé.

De mãos juntas
E olhos fechados, quem sabe.

Ameniza minha dor;
Meu medo de tudo;
E a insegurança, até.

Cá está o sorriso,
Ausente, em outros tempos,
Perdido em meio às catástrofes da mente.

O bem e o mal seguem relativos.
Também, o Gênesis e o Apocalipse.

Volta-me, a fé.
Povoa o subconsciente.

Aproveito melhor meu dia.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates