terça-feira, 20 de julho de 2010

Pegadas


Pegadas na areia,
D qnd caminhava sozinho,
À procura d alguém,
Qlqr um q me lembrasse o qnt eh bom ver as ondas quebrarem

E ver o azul do céu e do mar se fundirem num soh.

Pegadas na areia,
Sumindo com a ação do tempo,
Apagando-se aos poucos
Por pessoas, ventos,

Ou tão somente por mim msm.

Então,
Eis q me esticam as mãos,
Uma, duas, dezenas d pessoas.

Sorriem para mim.
Abraçam-me.
Contam-me seus segredos.


Eu,
Por surpresa ou felicidade,
Sorrio d volta.
Abraço.
E tb conto segredos...

Pessoas q vêm e vão,
Outras q ficam...

Vejo pegadas na areia,
Não somente minhas...

Meus amigos.

Amando-me
e por mim sendo amados.

0 opiniões:

Postar um comentário

 
Free Blogger Templates