sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Brinde à vida


Brindo à vida...

Comemoro meus fracassos,
Sabendo q deles tirarei lições q usarei adiante.

Trago em mim,
A esperança d um amanhã melhor q um hj;
E a alegria d ter encontrado um raio d sol entre tantas nuvens escuras.

Alegria proporcionada pelo amor
E todos os outros sentimentos,
Dele provenientes.

Brindemos, todos, à vida.

Saudemos o início d novo ciclos,
Novos desafios,
E novos ensinamentos.

Q nenhuma lágrima seja derramada
Sem q antes surja um sorriso.

E q nd d nefasto domine nossa mente,
P/ q possamos, enfim,
Aproveitar kd segundo dessa surpreendente brincadeira
Chamada vida.

Brindemos, todos.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Dia d Paz


Olhei naqueles olhos cor d oceano,
E busquei navegar por entre meu pensamento,
Ateh encontrar a palavra q a descrevesse,
E q descrevesse kd segundo daquele instante...

Estava tranqüilo,
Estava leve.

Diante daquela singularidade,
Encontrava-me feliz.

Lah,
Sepultei meus medos e minha dúvidas.
Lah,
Encontrei a paz sobe a forma d uma mulher.

Éramos nós,
Eu e aquela q me encanta,
Esperando o momento em q a alegria nos acompanharia.

Qnt ao amor;
Ele jah havia se instaurado por ali
E feito d nós, seus escolhidos.

sábado, 22 de agosto de 2009

Avesso


Menos denso
Menos monótono.
Mais vivo.

Assim vai meu mundo.

Conheci-t,
Enamorei-me.
E cah estamos,
À esperar o futuro.

Nós
Contra o passado,
O medo
E a desilusão.

Ñ amo como tds amam.
Amo peculiarmente.

Nem demais,
Nem de menos.
Apenas o necessário à felicidade constante.

O presente,
Avesso d meu passado.

Ao amor,
Meu sincero agradecimento.
À vc,
As sinceras palavras.

E se um dia ñ mais amar,
Digo q será tb o q ñ mais estarei em vida.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Somente


Meu amor ñ possui a imensidão do mar;
Tampouco, a infinidade do tempo.

Na imensidão do mar,
Eu poderia me perder
E ñ ver o quão bela tu és.

Na infinidade do tempo,
Essa curta vida teimaria em nos separar.

Meu amor eh somente amor
E nd +.

Amor d uma curta chama,
Causadora d um incêndio
Q consome kd parte d mim;

Amor d brincadeira,
Logo convertido em verdade.

Olhos claros,
Pele alva.

Meu amor eh simples;
Meu amor eh puro.

Meu amor eh somente amor
E nd+.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

P/ refletir # 18

"Espero que o tempo passe
Espero que a semana acabe
Pra que eu possa te ver de novo

Espero que o tempo voe
Para que você retorne
Pra que eu possa te abraçar
E te beijar
De novo"


Trecho da música "N", de Nando Reis

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Até q nos vejamos


Q minha inspiração ñ seja tão passageira
Qnt o frio vento q toca meu rosto nesta tarde d inverno...

Por inóspitos lugares
Procurei o brilho presente em teus olhos
E o calor de teus abraços,
Como a flor, q busca no sol, sua sobrevivência.

Diante d d minha confusão,
Busquei a sobriedade
Q, por entre minha desconfiança,
Pairava tranqüila.

Pensei nos amore q tive,
E retirei d kd um,
Um pouco da perfeição,
Para, depois, entregar-me c/ eles, à ti.

Q a demora d nosso reencontro
Seja recompensada pelo carinho proporcionado por nós msms,

E q a singularidade d nossas personalidades,
Sejam unidas pelas nossas diferenças.

Para q, assim,
Eu possa, ao teu lado,
Ir em busca do horizonte q nunk encontrei.

domingo, 16 de agosto de 2009

Saudade


Saudade...

Q nos aperta,
Q nos sufoca,
Q nos retira dos pulmões qlqr vestígio d ar.

Saudade...

Aqueles múltiplos sentimentos sufocantes,
Q ferem nosso interior,
E controlam nossa mente.

Saudade,

Q nos intriga,
Ao passo q nos reconcilia,

E q nos afasta,
À medida q nos aproxima.

Saudade
Q faz suspirar minha alma,
E estremecer meu corpo.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O Novo - Página 2


Dai aquele mundo vai se seguindo...
E minha kbça, igualmente,
Vai girando...

Aquele ar d novidade:
Responsabilidades,
Frustações,
Alegrias,
Sentimentos.

Coisas q me fazem refletir;
Respostas a meus antigos questionamentos...

Antes, parecia desistir,
Agora, sigo por um novo caminho,
Q, diante d meus olhos,
Mostra-me, talvez, a direção da felicidade.

Em seu percurso,
Aqueles olhos encatadores como esmeraldas,
Q me atraem e me fazem crer numa possível mudança.

A felicidade conversa cmg.

Penso naqueles olhos,
Animo-me.
Crio expectativas.

Será real ?

Ainda ñ tenho respostas.

Deixo seguir.
Quem sab aquele verde me leve à tão esperada alegria?

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

À sério


Brincadeiras à parte...

Soh por um dia q fosse,
Queria ser levado à sério.

Por algumas horas,
Ou por alguns minutos,
Ou por um simples instante.

Gostaria d dizer ao mundo q ñ sou essa piada,
Da qual tds riem;
Q nem sempre sou um deboche,
E q minha extroversão às vezes ñ acompanha meus sorrisos...

Minha vida ñ eh tão bela;
Esse nariz d palhaço ñ faz parte d mim.

Ele me vem qnd vcs querem;
Qnd vcs necessitam...

E,
Qnt à mim,

Estarei esperando q vida escute,
Sem rir,
Td q eu tenho p/ contá-la...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Qnd eu t disser td


Um dia pensei em t falar td...

Dizer o q qnt representaste,
Msm q tenhamos vivido tão pouco,
Msm q tenhamos tanto ainda por viver.

Dizer o q ñ me atrevi,
Às vezes por orgulho,
Às vezes por medo,

Às vezes, simplesmente por vergonha d parecer bobo.


Falar aquilo q talvez vc quisesse ouvir,
E q eu poderia ter dito desde o começo.

Quem sab nos sentíssemos mais próximos,

Menos "eu e vc",
Mais "nós".


E aquele mundo q tanto nos parecia assustador,
Se tornaria novo...

Eram somente palavras...
Letras q tendem à ñ se unir,
Frases q insistem em ñ se organizar...


E se meu interior fosse visível à seus olhos ?

E se vc pudesse ler minha mente ?


Ñ,

Ñ seria uma solução.

Seria uma fuga.

Fuga d td q tenho engasgado em minha garganta,

Fuga dessa coisa q me mantém ligado à vc...


Mas,

Um dia,
Muito + q escutar vc irá sentir...

Um dia,
Olhando em seus olhos,

Direi td.

E então,
Aproveitaremos td aquele tempo perdido...

E a felicidade unirá nossas mãos
E nos acompanhará pelos lugares q passemos.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Sobre bjs, cansaço e destino


Engraçado...

O destino,
As pessoas,
O mundo.

Engraçado como um piscar d olhos pod tornar td melhor,
Ou pior.

Engraçado como um único bj pod significar tanto;
Como uma tarde pod mudar uma vida;
Como dia cansativo pod proporcionar tanta alegria;

Como td na nossa vida eh feitos d momentos...

Às vezes eh preciso soh um pouco,
Um mínimo d esforço, p/ q ela mostre td seu potencial

Ontem, chorava;
Hj, penso em quão belo pode ser o amanhã.

Vida.
Mundo.
Pessoas.
Tristeza.
Felicidade...

Td um piscar d olhos.
Olhos claros ou escuros.

Como o dia e a noite.
Como eu ou vc.

Como o tempo.

sábado, 8 de agosto de 2009

P/ refletir # 17

"Há dias que os dias passam devagar
Tudo se foi nada restou pra mim
Por isso estou aqui agora

Vou embora sem pensar
No que ficou pra começar ali
Mas eu só tinha algumas horas pra voltar
Tudo se foi, nada restou pra mim

São coisas que somente o tempo irá curar
Se for para nunca mais te ver chorar
São coisas que somente o tempo irá curar
Se foi tudo vai passar"


Techo da música Tarde de Outubro, do CPM 22 ---> http://www.youtube.com/watch?v=ws59RIxNBRo

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Brisa Fria


Olhou-me nos olhos,
Baixou a kbça,
E passou s/ fazer som algum...

Pareceu-me uma brisa d primavera.

Ali,
Recordei-me d antigamente

Nós sorríamos,
Fazíamos planos,
Importávamos um c/ o outro.

Éramos felizes.

Ñ.
Ela era feliz
E eu, achava q era.

Somente falsidade,
Menosprezo,
Lágrimas,
Manipulação.

A pura verdade.

Tão rápido qnt apareceu,
Foi-se.

Qnd aquela moça d cabelos avermelhados passou por mim,
Notei q, além dela, algo + havia passado:

Meu sofrimento.

Agora sim,

Eu era um homem livre.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Difuso e confusos


Era o tempo em q se conversava sobre os problemas do mundo...
Tempo em q sentávamos e refletíamos sobre a vida.

Qnd td ñ passava d uma grande e despreocupada gargalhada;
E as pessoas ainda sabiam o sentido da amizade;
Julgando quem ou o q era certo ou ñ...

Nessa época me perguntava ateh qnd eu iria agüentar;
Me perguntava o pq d td divergir;
O pq d ter d ser daquela forma...

Talvez ñ fosse tão sofrível assim,

Mas eram momentos gélidos,
Momentos dolorosos.
(Momentos q preferia ñ ter vivido)

Eu,
A solidão,
As mentiras d um mundo confuso,
E um sentimento chamado amor.

Elementos q pareciam se encaixar d modo tão perfeito
Qnt a imperfeição q proporcionavam.

Sentava,
Refletia,Desperçava-me,
E chegava à lugar nenhum.

Aquele mundo confuso...

Aquele q eu chamava d meu.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Ñ mais


E então,
Ele sentiu vergonha d si msm...

Uma vergonha como há muito ñ sentia.

Como se td q houvesse provado sumisse em instantes...

Duras palavras,
Segredos revelados,
Imaturidade.

Gostava d ver o sorriso no rosto d tds,
Mas, naquele momento,
Notou q nem sempre fazer os outros rirem lhe fazia feliz.

Percebeu q estava decepcionando pessoas queridas,
E q aquela imagem demoraria p/ sair d kbça d tds...

Seu conhecido sorriso d canto d boca passava a ter outro significado:

O engraçado dava lugar ao arrependido...

sábado, 1 de agosto de 2009

Mel


Defina-me, moça dos olhos cor-de-mel...

O q sou p/ vc ??
O qnt represento ?

Ñ temas.
Posso ser enigmático como céu d uma noite,
Mas por vc,
Revelo td meu passado e meus temores...

Diz-me, moça,
Pq és tão perfeita ?
Pq me embriagas c/ teu olhar ?

Talvez eu ñ esteja à teu pés;
Talvez ñ queiras compartilhar da tua vida cmg;
Mas d uma coisa, tenhas certeza:

Meu amor respira somente por ti,
E minha boca cala a kd olhar q me direcionas...

Então, moça dos olhos cor-de-mel,
Qnd estiveres preparada,
Venha ateh mim...

Vou estar a tua espera
(Ainda q isto me custe dor e decepção).
 
Free Blogger Templates