quarta-feira, 29 de julho de 2009

Crescente


Queria ser alguém à conseguir interpretar a vida...

Nas decisões + difíceis,
Queria poder dizer q ñ errei,
Q ñ fiz do meu mundo um completo caos.

Queria ter a certeza d q o hj estah sendo bom,
E q o amanhã será ainda melhor,
S/ lembrar d quão nefasto e desastroso foi o ontem.

Ainda q eu msm tema os fantasmas d meu passado,
Queria ajudar meus amigos,
Mostrando somente como seguir em frente.

Decifrar td;
Kd detalhe ao meu redor...

Para, talvez,
Poder entender...

Queria poder provar à tds q ñ sou mais aquele menino imaturo,
Mas, sim,
Q mudei...

Q, enfim,
Cresci.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Virando a página


Por + ingênuo e singelo q fosse aquele gesto,
Ele o guardou...

Na vista d alguns,
Talvez ñ tivesse significado relevante,
Mas, para ele, era o ponto d partida.

O princípio...

Em seus ouvidos,
Anjos sussurravam canções d amores possíveis;
Em sua alma,
Algo d bom renascia...

Ele ñ sabia ao certo.
Era td tão novo,
Tão intenso,
E ao msm tempo, tão intrigante.

Ele se doava.

Aqueles olhos o vigiavam;
Aquela boca o incitava à pecar...

Somente ele e ela,
Vencendo os obsáculos impostos pelo mundo.

Medo ?

Ñ,
Ele jah ñ sabia + o q era isso...

Sobre noite, alegrias e sorrisos


Seu corpo ainda transpirava o suor da felicidade...

Noite d surpresa,
Noite d alegrias,
Noite q pregava a mudança.

Era um sonho ou realidade ?
Demoraria muito p/ descobrir...

Enquanto isso, gozava do momento,
Fazia planos,
Sorria.

O brilho da noite o envolvia
Cobria-o d entusiamo,
Fazia-o refletir sobre o futuro,
Sobre o td
(e o nd).

Estava cansado,
Porém, estava também feliz...

Iria dormir feliz.
Aquela era a paz q desejava.

Deitou-se,
Deu um sorriso d canto d boca.

E tornou a sonhar.

sábado, 25 de julho de 2009

Único


O mundo silenciava...

Um bj,
Ainda q fosse soh mais um.

Naquele instante, turbilhões d idéias passavam pela sua kbça.
Esperança,
Medo,
Dúvida,
Coragem p/ encarar o dia seguinte.

O futuro o assustava.

Lembrava uma bola d neve,
Crescendo, enquanto se aproximava...
Teria q derreter.

Estava tenso.
Ñ sabia como seria o amanhã...

Um bj.
Ainda q fosse soh mais um.
Era um bj.

P/ refletir # 16

"Talvez tenha sido um beijo e nada mais,
Mas eu fiquei assim
Talvez...
O teu perfume não me deixa em paz,
Você ficou em mim,
Porque eu só penso em você,
Preciso te encontrar,
Mais uma vez te ver..."


Fragmento da música Talvez, do Ls Jack ---> http://www.youtube.com/watch?v=SsO4833xVxQ

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Monotonia crônica


Sua vida seguia aquele ritmo...

Sempre fria,
Desbotada,
Estática.
Como se nada d novo pudesse ocorrer...

Sentia falta d algo,
Mas ñ sabia o q.

Uma coisa q povoava sua mente,
Mas q, no entando,escondia-se kd vez q ele a procurava.

Talvez fosse demais.

Pouco a pouco, ele parecia sucumbir...

D seus olhos, ñ mais brotavam lágrimas;
Em sua boca, sorrisos insistiam em lhe faltar;
Seu desejo d vida sumia tão rapidamente qnt seus encantos.

Ñ havia alegria,
Ñ havia estímulo.
Tb ñ havia tristeza ou desespero...

Restava somente aquela dor forte e inexplicável.

Dor q ele ñ sabia d ond vinha,
E q parecia ñ ter fim.

Num último suspiro,
Deixou sua mão erguida.

Esperava q alguém o pudesse puxar daquele mar d inexatidão...

terça-feira, 21 de julho de 2009

Na fila


Pq ser apenas + um amigo ?!

E se eu quisesse mais ??

Como uma navalha,
Essa solidão rasga meu peito,
Dilacera toda e qlqr esperança...

Há muito, meu coração ñ eh um cofre trancado;
Há muito, exibiu seu segredo a quem quer q fosse.
E entretanto,
Ngm o vê...

(Ou ngm talvez o entenda)

Kd hora,
Uma amarga e desgartante espera...

Passam os dias.

E eu,
Acreditando em mundos d sonhos e fantasias...

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Amigos & amigos


Amigos d ontem,
Amigos d hj,
Amigos d sempre...


Amigos q conhecemos na escola,
Ou q esbarramos s/ querer por uma rua qlqr

Amigos estranhos,
Amigos engraçados,

Amigos sensíveis,

Amigos normais,

Amigos sérios

Amigos vizinhos,

Ou q moram longe

Amigos d festas,
Amigos d cinema,
Amigos d praia

Meio-amigos,
Amigos d amigos.

Amigos d felicidade
E d dor


Melhores amigos

Enfim,
Amigos.

P/ refletir 15

"Nós,o povo, lutamos por nossa sobrevivência
Nós não nos julgamos perfeitos,mas somos livres
Sonhamos nossos sonhos sozinhos sem resistencia
Enfraquecemos como as estrelas que desejamos ser

Você sabe que eu não quis dizer
O que eu acabei de dizer
Mas meu Deus acordou de mau humor
e isso não importa mais agora

Pois pouco a pouco
Nós lhe demos tudo que você sempre sonhou
Pouco a pouco
As rodas da sua vida estão caindo lentamente
Pouco a pouco
Você tem que abrir mão de tudo na sua vida
E todo o tempo eu só me pergunto por que realmente
você está aqui?

A verdadeira perfeição tem de ser imperfeita
Eu sei que soa bobo mas é a verdade
O dia chegou e agora você terá de aceitar
A vida dentro de sua cabeça que nós demos a você

Saiba que eu não quis dizer
O que eu acabei de dizer
Mas o meu Deus acordou de mau humor
E isso não importa mais agora"


Fragmento da tradução da música Little By Little, do Oasis ----->http://www.youtube.com/watch?v=TfkAkMExDrQ

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Uma vez mais


Como posso ñ sucumbir à minha maior fraqueza
Sendo ela tão envolvente e tentadora ?

Tua singela presença desfaz meus pensamentos,
Deixa-me à mercê da sorte.

Qnd t aproximas,
Fervem, minha pele e minha alma.

Torno-me impotente diante d tamanha preciosidade.
Perco os sentidos
Perco a razão...

Quero sentir o doce gosto d teus lábios junto aos meus,
Repousar meus braços sobre teus ombros,
Encher-t d afagos
E realizar teus desejos mais íntimos,
Uma vez mais...

Ñ me acanho,
Ñ me culpo,
Tampouco, arrependo-me.

Pois qnd tentação, amor e raiva se fundem,
Céu e inferno ñ mais se tornam antônimos...

Soh lugares comuns,
Como outro qlqr.

terça-feira, 14 de julho de 2009

O novo


Sentir novas emoções...

Ele parecia acreditar nisso.
Ele gostaria d acreditar nisso,
Mas no fundo,
Tinha consciência d q ñ seria tão fácil assim.

O mundo o havia machucado. Era um fato.

Ele ñ se esquecera,
E decidiu mudar...

Mudar suas atitudes,
Seus sonhos,
Seus medos,
Seus conceitos.

Sua alma.

Abriu os braços.
Queria voar...

Um novo caminho era td q precisava.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Palavras d amizade - página 2


Mas o q será a amizade, afinal ?

Será somente um abraço ?
Um bj carinhoso ?

Será um segredo dito no canto do ouvido ?
Ou palavras d apoio em um momento triste ?

Talvez...

Sorrisos histéricos no início d uma manhã,
Discussões benéficas à tarde,
Ou longas conversas ao telefone no finzinho d noite.

Correr na praia d mãos dadas,
Ou em dias d chuva,

Dizer "eu t amo", s/ medo d más interpretações,
Sentir-se mais feliz pelos outros do q por si msm.


Sim,
Talvez ela seja isso.
Td isso.

E muito mais...

Pq amizade ñ eh algo q temos,
Mas sim, q sentimos.

domingo, 12 de julho de 2009

Desumanos humanos


Talvez sejamos somente isso...
Grãos d areia q escapam c/ o vento...

Seres humanos...

Seres despreocupados q juram saber o pq das coisas,
E q teimam em querer saber do próximo,
S/ ao menos ter conhecimento do q eles msms são.

E o q somos, afinal ?

Somos um td,
Somos um nd.

Somos seres q mantém julgamentos injustos,
Incertos da real verdade sobre vida,
Ou sobre a morte.

Indivíduos c/ abstinência d inveja e orgulho,
Onde a manutenção d um erro supera à sua própria admissão.

Seres desumanos,
Seres humanos...

Tão confusos.
Tão interessantes.
Tão desprezíveis.

Salvo alguns,
Uns poucos...

sábado, 11 de julho de 2009

Prisões


Possa ser q o amor esteja por lah...

Escondido naquela sala escura;
Guardado num daqueles caixotes velhos e empoeirados;
Preso à inúmeras correntes...

Ainda sim,
Possa ser q ele respire,
Ele resista...

Msm q aquela sala escura seja desconhecida p/ tds;
Msm q aqueles caixotes velhos tb estejam um tanto quebrados;
Msm q as inúmeras correntes o apertem dolorosamente...

Mas...

E se, talvez, alguém o quiser procurar ?
E se, talvez, esse alguém o encontrar ?

Talvez a sala escura receba um pouco + d luz;
Talvez os velhos caixotes sejam substituídos p/ outros;
Talvez as inúmeras correntes sejam desprendidas...

Talvez ele seja guardado em um novo local;

Ou talvez,
Ele finalmente se torne livre...

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Palavras d amizade


Certa vez, peguei uma simples folha d papel.

Lah, decidi escrever o q ao meu ver seria o verdadeiro significado da amizade.

Depois d quebrar a kbça por alguns minutos, resolvi pegar uma outra folha e enumerar alguns fatos marcantes da minha vida, fossem eles felizes ou triste.

Abaixo d kd acontecimento, escrevi o nome d pessoas q estiveram ao meu lado, apoiando-me ou criticando-me qnd + precisei.

Fiz uma intersecção dessas pessoas e pude perceber uma coisa: dentre aquelas centenas d nomes, apenas uns poucos se destavam, estando presente sempre q eu precisava...

Aquelas eram pessoas raras.
Pessoas em q eu sabia q podia contar...

Meus amados e verdadeiros amigos.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

O boneco


Idéias lhe fugiam...

Ações,
Sentidos,
E emoções.


Nd + lhe era comandado.


Sorrisos,
Lágrimas.

Ou batidas do coração
.

Td Mecânico.
Em pontuais e estratégicos instantes,

Dia após dia...

E qnd se deu conta,
Era tarde...

Suas falhas estavam flagrantes.

Os outros jah o haviam manipulado.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Soluções


Para ele,
Bastava um simples abraço;
Um mínimo ato.
(E mais um sorriso p/ guardar sob o peito...)

Estava um tanto carente,
Talvez, triste c/ os resultados da vida.

Teria q se acostumar c/ td
E todos...

Pôr na kbça q msm q ele parasse p/ o mundo,
O mundo jamais pararia p/ ele.
Nem o mundo, nem os dias.

Detalhe do ontem;
Bobagens do hj;
Planos do amanhã.

Td caprichosamente interligado...

Ñ sabia o pq disso.
Apenas q lhe bastava pouco, muito pouco
Somente alguns metros p/ ser feliz.

Alguns míseros e tortuosos metros...

Um mundo,
Uma alma,
Uma relação.

Um caos.

Ñ sabia muito.
Soh o suficiente p/ se adaptar às imperfeições dos outros.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Fim d noite


(Seus olhos enxergaram + além...)

Um novo sonho ruim havia passado.
Outro aviso,
Embora ele jah compreendesse bem.

Era aquele msm jogo cínico,
Ond, qlqr q fosse o resultado,
Ele perderia.

Antes, a ilusão.
Aquela falsa crença d q nd seria capaz d mudar os fatos,
D mudar sua alegria.

Td ñ passava d um riso forçado.
Nd + q uma interrogação.
Um abismo ond sua alma se deixava cair...

Antes, a ilusão;
Hj, a realidade.

Ergueu a kbça,
Olhou p/ o céu...

Apesar da escuridão,
Logo uma nova manhã surgiria.

domingo, 5 de julho de 2009

Sobre o dia escuro


Nuvens espessas na linha do horizonte.
Sombras cobrindo o dia.

Ambiente pesado...

Apesar da escassez d luz (ou ânimo) se fazer presente,
Minha esperança ainda respira,
Amparada pela onipresença d minha fé...

Sob minha perspectiva,
Td ainda será diferente.
Tds ainda me serão agraciados.

Resistem as amizades,
Resistem os amores,
Resiste a vida.

Acosto-me num canto.
Penso no q estah por vir...

Ñ prevejo o futuro,
Moldo-o.

Quanto ao sol...
Ele ainda brilhará durante esta manhã nefasta...

P/ refletir # 14

"Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia
Eu não encho mais a casa de alegria
Os anos se passaram enquanto eu dormia
E quem eu queria bem me esquecia

Será que eu falei o que ninguém ouvia?
Será que eu escutei o que ninguém dizia?
Eu não vou me adaptar, me adaptar
Não vou me adaptar!
Não vou!

Eu não tenho mais a cara que eu tinha
No espelho essa cara já não é minha
Mas é que quando eu me toquei achei tão estranho
A minha barba estava deste tamanho"


Trecho da música Não vou me adaptar, de Nando Reis ----->http://www.youtube.com/watch?v=2rGA1olf-ZI

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Paixão em preto e branco


Sim,
Nós somos loucos...

Um bando d loucos apaixonados por gols,
Por jogadas incríveis,
E vitórias suadas...

Apaixonados por um manto.
Envoltos por duas cores.

Preto.
Branco.

Cores do povo;
Opostos q se atraem.

Ñ,
Ñ torcedores quaisquer;
Ñ fanáticos.
Somos + q isso...

Somos uma nação.

Somos Fiéis.

Somos Corinthians.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

À espera


E naquela hora outra porta se abrira...

Era mais uma chance q a felicidade o dava.

Toda dor e sofrimento se esvaecia d sua mente,
Tornando-o mais livre,
Mais leve,
Mais vivo.

Seu confronto interno havia se encerrado.
Passava a ver seu futuro c/ mais clareza,
E menos ansiedade.

Lah fora, o sol ardia em sua pele.
Via q as pessoas lhe retribuiam os olhares e sorrisos.
E ateh o ar q lhe entrava, parecia + puro...

Era um sonho...

Ñ.
Era td real.
Td, ironicamente, relacionado ao amor...

Finalmente, havia percebido:
Ñ precisava ir atrás do amor...

O amor viria ao seu encontro.

Restava-lhe esperar...
 
Free Blogger Templates