terça-feira, 31 de março de 2009

Sim ou não



Eh estranho...
Muito estranho.
A vida, a morte, o amor, o desprezo...
Td.
Na maioria das vezes, achamos q podemos controlar o destino. Sempre nos portamos d kbça erguida, nariz empinado, agindo da forma mais cínica possível, jurando entender ou msm profetizar o q há d vir.
Pura ilusão.
O mundo ñ eh tão previsível assim. A vida ñ eh previsível assim. Cada palavra, cada gesto, cada simples olhar pode alterar o curso das coisas, e terminamos aprendendo isso da forma mais dura e nefasta possível.
Td gira em torno das nossas escolhas. E muitas vezes, as escolhas q jugamos como corretas podem ñ ser tão corretas p/ outras pessoas, formando uma verdadeira reação em cadeia capaz d causar alegria, tristeza, ódio e decepção.
Como sabermos quais escolhas são certas ou ñ ?
Aí estah a graça d td...
Ñ há decisão certa ou errada. Somente decisões concretizadas.

domingo, 29 de março de 2009

P/ refletir #5

"Hoje andarei sobre as flores
Amarelas do ipê
Espalhadas pelo chão
Antes de anoitecer
Cantarei no meu velório
Dançarei nos braços da vida
Dormirei com a minha ama
Vida boa de ser vivida

Sem farsa, conchavo, sem guerra
Sem malta, corja ou trapaça
A vida é um drible ágil
Entre as pernas da desgraça
Eu vou

Hoje eu vou inventar
O antitelejornal
Pra passar só o que é belo
Pra passar o essencial, eu vou..."

Trecho da música Antitelejornal, do Skank

Três amigas


Eram três amigas q se conheciam há muito tempo...
Tinham em comum o gosto pela vida e o desgosto pelo amor.
Soh queriam ser felizes como qlqr pessoa, entretanto, tinham q superar algumas frustações e enxugar lágrimas q seus olhos teimavam em derramar.
Fracas ?! D forma alguma.
Mas o problema estava além do controle q elas podiam exercer sobre si msms...
Ele vinha d dentro.

A primeira, a mais racional d tds, era a q + se mostrava forte em relação ao amor, porém, sabia q msm seu racionalismo exagerado, um dia cederia espaço, ainda q momentaneamente, às fraquezas provocadas por paixões ardentes e amores tortuosos .
Possuía inúmeras qualidades, dentre elas a organização e a precaução. Entretanto, td esse modo cuidadoso d ser, talvez escondesse o medo q ela tinha d se entregar d corpo e alma à um amor intenso e estonteante.
E, d repente, aconteceu.
Seu coração fraquejou. Ela pareceu ficar s/ chão.
Ñ sabia o q fazer ou dizer. Estava confusa.
E essa confusão, acompanhada d insegurança, prosseguiu durante algum tempo, ateh o dia em q decidiu adormecer.
Já a segunda amiga era mais "latina", p/ assim dizer.
Tinha um temperamento mais explosivo q as outras e, ao msm tempo, parecia tbm a mais sensível d todas.
Isso era bom ?! Nem sempre.
Carinhosa ou indelicada. Seu humor apenas refletia o tratamento q os outros tinham p/ c/ ela. Se a anterior temia se entregar intensamente às paixões proporcionadas pelo destino, pode-se dizer q esta era, p/ algumas vezes, o extremo oposto.
Amou muito. Sofreu idem.
Inicialmente, tentou resolver o problema da pior forma. Pagou a conseqüencia disso.
Aprendeu a lição.
Dificilmente esquecerá toda dor q sentiu, porém, hj , talvez, lhe valha a bordão "nd como um dia após o outro".
Sim, ela estava disposta a superar td.
Havia uma terceira amiga.
Pode-se dizer q era o termo médio entre as duas primeiras, pois alternava o sentimentalismo d uma ao racionalismo d outra.
Era daquelas q se alguma das amigas estivesse c/ um problema, esse problema tbm passaria a ser dela. O q ñ sabia eh q sua situação era a mais complexa e dentre as três, tbm era a mais longa.
Nunk a expressão "os opostos se atraem" foi tão bem empregada qnt fora p/ a situação dela.
Amava alguém
q era totalmente diferente. Sabia q esse amor td podia levá-la à um estado d sofrimento bastante considerável, entretanto, decidiu arriscar.
Esperança, medo, revolta... Td se misturava ao sentimento mestre: o amor.
E assim, ela continuou.

Eram três amigas.

Possuiam circunstâncias diferentes do msm problema.
Três amigas q dividiam amor, carinho e respeito.
Três amigas q sofriam, choravam e sorriam.
Três amigas.
Amáveis amigas q apesar d td, eram felizes.

sábado, 28 de março de 2009

Férias [PARTE 1]


Fazendo um balanço geral desses três primeiros dias d férias, posso dizer q ñ ocorreu nd além do esperado: Cama, internet, tv, comida, tédio...
Aliás, p/ incrível q possa parecer ateh q ñ foi tão entendiante assim, sab ?!
Descobri q a vida soh se torna chata qnd nós a fazemos assim. Acho q ultimamente eu msm estava tornando minha vida chata, mas agora pude perceber q posso conciliar, d forma agradável, saudade, férias e ksa.
Não vou dizer q estah td indo às mil maravilhas, entretanto, todo o stress q eu poderia ter devido à discussões e desentendimentos c/ o pessoal daki estah sendo aliviado. Digamos q eu esteja começando a controlar meus instintos, meu temperamento e, principalmente, meus sentimentos.
Diferente das últimas férias, pelo menos nesse início d recesso, consigo tirar somente o lado bom d td. Amor, distância, saudade, tristeza, confiança, desconfiança... Enfim, td parece ter se mesclado c/ um único e decisivo propósito: o meu bem-estar.
Fazia tanto tempo q ñ me sentia tão bem assim.
O amor foi embora ?!

Definitivamente, ñ.
Porém, ele se tornou saudável p/ mim, muito mais do q foi ao longo desses quatro meses.

Ateh qnd vou continuar assim, nesses controle todo ? Ñ sei. Mas, por enquanto soh quero saber d aproveitar esse equilíbrio interior no qual estou vivendo.
Talvez o segredo esteja em viver kd dia como se fosse o último.
Eh.. Vou fazer isso, sim...
O futuro pertence à Deus. Vou tratar d aproveitar o meu presente.
A vida eh como um diamante bruto. Precisa ser lapidada p/ poder exibir todo o sua blz e esplendor.
Vivamos, então...

quinta-feira, 26 de março de 2009

A vida


E d repente, aprendemos q o mundo ñ era tão lindo o qnt pensávamos;
Descobrimos q nem sempre as pessoas em quem acreditávamos, estavam sendo sinceras;
Q, às vezes, um não pode pode ser muito mais significativo q um sim;

E d repente, notamos q td o sofrimento e tds lágrimas q derramamos nos ajudaram, d alguma forma, a amadurecer;
Percebemos q aqueles conselhos q nossos pais nos davam, d certa forma eram para o nosso bem, p/ mais q ñ gostássemos;
Q, nem sempre, é preciso ter absoluta certeza d alguma coisa, basta ter força d vontade;

E d repente, aceitamos q ñ adianta se lamentar pelo q passou, mas, sim, viver intensamente cada minuto do presente;

Q eh bem melhor aceitar uma triste verdade à se iludir c/ uma alegre mentira;

D repente, paramos p/ pensar em tudo isso;
E no fim, aprendemos q a vida qse sempre eh uma comédia trágica e ñ um romance c/ final feliz.

Coisas p/ fazer antes das férias terminarem


  1. Descobrir q, às vezes, devo pensar primeiro em mim, e soh depois no resto do mundo;
  2. Tentar ser mais racional e menos emocional;
  3. Procurar passar pelo menos um dia da semana s/ discutir c/ mainha;
  4. Conhecer pessoas novas;
  5. Ñ me estressar c/ nada;
  6. Voltar a jogar vôlei regularmente;
  7. Treinar meu espanhol;
  8. Ler pelo menos dois livros;
  9. Decidir se quero ou ñ deixar o kblo crescer;
  10. Manter o peso;
  11. Ter mais controle sobre o meu dinheiro.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Vamos ver no q dah...


Segunda-feira... Mais uma...
Minto.
Ñ foi "soh" mais uma segunda. Vários ingredientes puderam fazer do dia d ontem uma peculiaridade em relação à todos os outros. Coisas boas, coisas ruins, esquisitas ou msm, loucas. Foram fatos q me fizeram repensar muita coisa sobre a vida.
Sei lah o pq disso td, soh sei q foi assim...
Tantas informações, tantas coisas...
Acho q depois de ontem, passei a ver td através d um novo olhar. Notei o amor eh muito importante, mas q ele, às vezes, pod ser egoísta e sufocante.
Começo a ver q esse período d férias possa servir p/ alguma, msm. Será um período d descanso, d alegria, d tristeza, d saudades... Enfim, será uma forma d nos reaproximarmos d uma forma + sutil. Um solução encontrada por nós msms para dar um freio à todo esse ímpeto q estávamos tendo. Pela primeira vez, em muito tempo, voltei a vê-la ñ soh como a pessoa q eu amava, mas, bem mais q isso: como uma verdadeira amiga.
Talvez a felicidade seja assim, neh ?!
Talvez fosse necessário soh isso msm... Uma nova conversa e um novo modo d eu pensar as coisas.
Há pouco tempo atrás, eu estava me lembrando da conversa ocorrida a mais ou menos um mês. Lembrei q havia falado q esse período em q estamos agora, iria ser decisivo p/ muita coisa.
D certa forma ele estah sendo. Ñ do jeito q eu havia falado, mas, sim, estah sendo decisivo.
Agora vão vir três semanas...
Vamos nos ver pouco, porém, será o suficiente...
Três semanas.
Três longas e curtas semanas.
Vamos ver no q isso vai dar...

P/ refletir #4

A seguir, uma música q resume bem como foi a minha madrugada d sábado p/ domingo...

"Eu procurei em outros corpos encontrar você

Eu procurei um bom motivo pra não, pra não falar
Procurei me manter afastado
Mas você me conhece eu faço tudo errado, tudo errado

Fim de semana, sei lá vou viajar
Vou me embalar, vou dar uma festa
Eu vo tocar um puteiro
Eu vou te esquecer, nem que for..

Só por uma noite
Só por uma noite
[...]"


Trecho da música Só Por Uma Noite, do Charlie Brown Jr.

sábado, 21 de março de 2009

Mais um fim de semana

Fim d semana... (Droga !)
O q fazer nas em hrs em q ñ se estah c/ quem se gostaria ?? Bem, o q tento fazer eh ocupar a mente c/ alguma coisa. Eh difícil, cara... A saudade eh um sentimento cruel e onipresente.
Um show talvez possa ocupar algumas hrs d ausência, certo ?! Talvez... Ou nem sempre... Principalmente qnd as músicas presentes soh falam d amor e saudade. Sei q o q vai me fazer "melhor" ñ será nem o show em si, mas o momento em q estarei c/ um grau d sobriedade abaixo do normal. Ñ, beber ñ resolve meus problemas, entretanto os omite p/ alguns instantes.
Eh disso q preciso nos fins d semanas. Preencher a saudade c/ algo.

Sairei c/ alguns amigos. Estarei rindo algumas vezes. Dançarei. E qnd ficar cansado, irei voltar p/ ksa. Qnd chegar, tomo uma ducha, durmo, e acordarei jah na metade do domingo. Então, soh faltarão + algumas hrs p/ a tão esperada segunda-feira. Talvez esse começo d semana possa ser marcante...Quem sabe ??
Sinto saudades...
Queria q estivesse aki agora...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Nós



Nós somos o q há d + errado no mundo
Mas somos, tbm, o q há d + perfeito
Agimos no calor d um gesto
Ou numa estupidez s/ jeito

Nós nunk gostamos do fácil
Gostamos, sim, do arriscado, do excitante
Pois preferimos chegar ao limite
A se deixar p/ algo menos impactante

Nós achamos o mundo fantástico
Nos emocionamos com o pouco
E nos lixamos p/ o muito

Sim, nós somos iguais
Amando as próprias virtudes
Odiando os próprios defeitos

Sim, nós somos iguais
Somos o msm coração
Em dois diferentes canais

Iguais...

Cedo ou tarde

Hoje estou assim... Estou estranhamente feliz...
Eh como se o mundo quisesse me puxar p/ baixo, + ainda sim, tenho-me d cabeça erguida.
Muitas vezes jah tentei difarçar metade do sentimento q tenho p/ ela, mas ñ dah. Queria q pensasse q eu ñ estava tão "na dela" assim. Algo como "Sim, eu t amo, mas num preciso deixar isso tão evidente, neh ?!".
Pouco tempo atrás isso ñ aconteceu...
Tivemos uma conversa séria (se eh q isso eh possível), uma diálogo q serviu p/ eu liberar td o q estava pensando ou sentindo. Estava tão bem, tão leve... Falei td q queria, s/poupar nenhuma palavra, nenhum gesto. Era como se o mundo pudesse acabar naquele exato momento, q eu nem estaria preocupado.
Estava imensamente feliz...
Porém, vi uma coisa em seus olhos q nunk havia notado antes. Aliás, ateh jah havia notado, mas q hj se tornou bem + explícito. Notei algo em seus olhos q ateh agora n consigo descrever... Parecia semelhante ao amor q eu tenho p/ ela, mas, acompanhado d medo e/ou angústia.
Ñ consigo tirar aquele olhar da minha kbça.
Sinto q ela tbm me ama, entretanto ainda ñ faço idéia do motivo pelo qual ainda ñ estamos juntos, nos amando e nos compartilhando.
Sempre me considerei uma pessoa negativa, porém qnd acredito em uma coisa, vou ateh o fim.
Sei q o q sinto p/ ela eh sim, um amor verdadeiro e puro, p/ isso independente do mundo querer conspirar contra nós, nunk deixarei me abater. Manterei-me firme e forte, preservando cada instante q estamos juntos, ateh o momento em q deixarem d ser instantes inesquecíveis e passarem a ser momentos inesquecíveis.
Tenho consciência de q ainda irei chorar e sofrer muito durante esse percurso, mas sei q no fim, td vai valer a pena.
Ainda ficaremos juntos. Mais cedo ou mais tarde seu medo irá acabar. Eu sei disso, e ela tbm sab.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Um novo futuro a cada nova decisão


Nem sempre temos idéia do qnt a nossa vida pod ser proveitosa, neh ?!
Sempre buscamos ver um lado ruim em td. Negamos à td e à todos, como se os principais responsáveis p/ nossos insucessos nunk fossem nós msms. Às vezes precisamos dar um ou dois passos p/ trás p/ soh depois dar três ou quatro p/ frente.
A vida eh assim. O maior problema eh nós ñ queremos ou ñ temos coragem d dar esse passo p/ trás, e muitas vezes acabamos p/ desistir de uma "guerra" p/ causa d uma única derrota.
Jah fui assim. Jah tive medo d arriscar, d saber o q os outros pensavam d mim. Achava q minha q a minha felicidade dependeria, principalmente do olhar q o mundo teria p/ cmg.
Hj vejo q isso ñ vale a pena.
Nem sempre devemos ir pelo q os outros pensam. Devemos, sim, buscar alcançar nossos objetivos, nossos sonhos. Sabemos q algumas vezes a nossa felicidade vai depender da tristeza d outros, mas o q fazer diante disso ?? Temos q renegar à nossa felicidade ??
A resposta eh "não".
A vida ñ eh uma prisão. Ela eh, sim, uma prova ond, somente c/ muita força, persistencia e superação, se consegue algo a nosso favor.
Amizades... Sorrisos... Dinheiro... Lágrimas... Paixões... AMORES...
Td ocorre (ou ñ) d acordo c/ nossas decisões.
Ñ adianta querermos pensar no futuro, s/ antes dermos uma olhada no próprio presente. Qlqr movimento q fazemos hj, vai repercurtir no dia d amanhã.
P/ isso posso dizer q talvez eu tenha me arrependido d muitas coisas q fiz na minha vida. Sei q jah tomei muitas decisões erradas. Mas, uma coisa nunk me arrependerei: Brigar pelas pessoas q amo.
Acho q essa sim, eh uma decisão da qual devemos sempre considerar.
O amor eh o principal dos sentimentos. Através dele, conseguimos todos os outros.
Finalizo essa postagem c/ uma frase q, creio eu, todos jah ouviram ou leram:
"Não existe amor impossivel,apenas pessoas incapazes de lutar por aquilo que chamam de amor..."

terça-feira, 17 de março de 2009

Um dia como outro qualquer

Talvez esteja muito chateado p/ falar qlr coisa aki, + sei lah, talvez isso me anime...
Hj foi + um daquelas típicas manhãs nas quais eu procuro, procuro, + sempre acabo me enganando. Não sei bem o pq disso, mas quero ser muito positivo qnt à td.
Pode ser q esse seja meu erro...
A conversa q tivemos pouco + cedo podia ter me desanimado, entretanto, isso ñ ocorreu. Conversamos sobre nós, sobre o futuro... Ateh q ela tocou num ponto q ateh então eu nunk tinha levado muito em consideraçao:
E se surgisse outra ?! O q eu faria ??
Ñ vou negar q jah pensei nessa possibilidade.
Tenho certeza q no dia em q surgir outra na minha vida será pq eu desisti d td essa novela.
Isso ateh podia acontecer, sabe ?!
Principalmente se eu ñ fosse LOUCO D AMORES p/ ela...
Mas eu sou...
Penso nela dia e noite. E ela sab disso. P/ muitas vezes jah quis controlar o q sinto, mas o problema eh q ñ dah, jah eh bem + forte do eu.
E hj isso me fez mal...
Acho q meu sentimentalismo tolo pode estar imperando, mas, sinceramente, hj me achei um bonequinho. Um passatempo. Um brinquedinho velho do qual nem brincamos, nem conseguimos nos livrar.
Era algo como "agora eu quero" e "agora ñ".
Sei lah...
Me senti tão idiota... E pior ainda: deixei-a perceber q estava chateado.
Sei q o lado dela ñ eh o + fácil, mas soh queria saber o q ela sente p/ mim, afinal.
Toda conversa q tivemos mexeu muito cmg. Me fez perceber q ela tbm pensa na possibilidade d aparecer uma outra pessoa p/ mim. Mas isso ñ vai acontecer tão cedo. Eu ñ procuro uma outra pessoa pq a q quero, a q me faz sentir calor, q me faz rir, q me deixa c/ cara d bobo, jah encontrei.
Neguei-a um bj. Foi difícil. Doeu, me angustiou. Soh q eu a neguei. E sab pq ?
Pq eu ñ quero soh 1 bj. Pq eu ñ quero bja-la escondido do mundo, como se estivesse cometendo o pior crime d todos.
Amar ñ eh um crime. Amar eh um vício q nos consome d corpo e alma.
Penso no hj, no agora. E agora, nesse exato momento estou pensando nela, pensando em como seria bom se a vida fosse + fácil p/ nós.
O futuro importa ?? Claro q sim.
Mas como pensar no futuro se ñ consigo nem ao menos acertar meu presente ?!

domingo, 15 de março de 2009

Persistir


Sinceramente, ñ sei o estava sentindo ontem...
Era um misto d saudade e tristeza, mas ainda sim, c/ um refinado toque d alegria e esperança.
Talvez eu continue querendo me auto-flagelar. Ñ sei ao certo... O fato eh q, msm minha mente tendo inúmeras coisas p/ ocupa-la, ela sentia falta d alguma coisa...
Faltava algo...
Faltava alguém...
Alguém q mexe ñ soh c/ minha mente, mas c/ td resto d mim. Ñ sei o pq d ainda estar me prendendo a essa situação tão complicada. Eh como se alguma coisa lah fundo, me dissesse p/ eu ñ desistir, p/ eu continuar sendo forte, p/ continuar esperando um "lugar ao sol"...
Somos tão parecidos q chega ateh a assustar. Acho q toda essa dificuldade seja, d certa forma, p/ compensar tamanha identificação, afinal, td q conseguimos na nossa vida soh vem depois de muita persistência. Posso ñ ser a pessoa + correta, + bonita, ou + educada do mundo, mas com certeza ñ estou entre as q desistem fácil d alguma coisa.
Enquanto meu corpo e mente disserem p/ seguir em frente, seguirei, independente das dificuldades q terei pelo caminho.
Eh p/ trás das montanhas + altas q se escondem os vales + perfeitos...

P/ refletir [3]

"Não me peça pra ficar sabendo que o controle não é seu e nem meu
E sempre estarei aqui, quando vc precisar de mim.
Você me ama exatamente como eu gostaria
Faz o mundo girar ao meu redor

Vê como a vida está mais bela, só mudou sua forma de olhar.
Vê como a vida está mais bela

Continue pensando assim. Você quer ser melhor pra mim
Continue pensando assim. Você quer ser melhor pra mim

E acaba melhor pro mundo. E acaba melhor pra tudo.
Fale somente o essencial, a vida se encarrega dos encontros.
E sempre estarei aqui, quando você precisar de mim.
Deixe o futuro pra o futuro... Tudo sempre vai retornar

Continue pensando assim. Você quer ser melhor pra mim
Acaba melhor pro mundo, e acaba melhor pra tudo.
Continue pensando assim..."

Continue Pensando Assim - Skank

sábado, 14 de março de 2009

[Im]Possível ?!


Talvez seja assim msm q nossa vida deva seguir: Complicada, porém perfeita (fazendo alusão à música).
Talvez nosso amor tenha sido gerado p/ ser infinito, nos poucos minutos d intimidade q temos.
Essa semana ñ foi como as outras anteriores. Ela foi a + feliz e, ao msm tempo, + triste desde o dia em q nos conhecemos.
Foram momentos em q experimentei os dois lados: a euforia e dor, alternado-se, p/ ver qual conseguia se apossar d minha mente.
A vida tem disso, neh ?!
O amor tem disso.
Durante algum tempo, ñ nego q tive dúvidas qnt ao seu sentimento p/ mim. Td era tão confuso, tão incerto. Entretanto, desde o início do ano, sobretudo o início desse mês, finalmente tive a certeza q ñ era soh eu q, muitas vezes, me controlava p/ ñ abraça-la, beija-la, senti-la. Ela fazia uma força muitas vezes maior q a minha.
Cada olhar q trocávamos era como um pedido, uma súplica, um desejo.
Queríamos um ao outro.
Queríamos, mas ñ podíamos.
A distância entre nós parece muito pequena, mas eh como se houvesse um abismo nos impedindo d exprimir td q temos engasgado na garganta.
Nosso amor lembra, em alguns pontos, o d Romeu & Julieta. Shakespeare talvez tenha sido como nós: tenha tido um grande amor do qual ñ pôde usufruir da maneira q queria.
Sinceramente, ñ sei ateh qnd nossa situação se manterá dessa forma.
Ñ estou triste.
Isso tem outro nome.
Isso se chama Amor.

P/ uma amiga


Amigos q riem querendo chorar,
e choram querendo sorrir;

Amigos q se desentendem nos momentos d alegria,
e se reconciliam nos momentos d tristeza;

Amigos q se apaixonam pelas pessoas mais complicadas,
e q depois sofrem juntos pelas esquinas da vida;

Amigos q soh querem ser felizes,
msm q pra isso, sejam necessários rios de lágrimas;

Amigos q buscam soluções p/ os problemas, um do outro,
ainda q tenham os msms problemas;

Enfim, amigos,
Felizes e apaixonados ou tristes e amargurados;

Amigos p/ o q der e vier !!


Força, mulé !!! Conte sempre cmg !!

quinta-feira, 12 de março de 2009

Sem título

Queria conseguir chorar...
Talvez assim, isso q estou sentindo passasse.
Impossível dizer q eh soh tristeza, pois se estivesse triste, ao menos conseguiria exprimir alguma reação.
Ñ consigo...
Eh como se minha voz, minha alegria e minha alma tivessem ido embora no exato momento em q ela falou aquilo. Eh como se alguém estivesse apertando minha garganta, ñ me deixando falar, respirar,viver.
Talvez todas as lágrimas q jah derramei e as q, c/ certeza, irei derramar, fossem um castigo. Uma punição p/ kd vez q alguém chorou p/ culpa minha.
Td q passei nesses últimos 4 meses, tds as alegrias, tds as tristezas, se misturam, dentro d minha mente. Soh o q consigo ver e ouvir c/ nitidez eh 1 doloroso, firme e angustiante "desculpe".
Estou s/ chão.
Queria gritar, chorar, enlouquecer ou menos conseguir ter alguma expressão.
Soh queria...
Aquele último olhar, aquela última palavra, significaram muito + q 1 "adeus". Significaram o fim d todo e qlqr sentimento. Sentimentos q se formaram no acaso, numa manhã qlqr d um dia d novembro.
Raiva, felicidade, medo...
Amor...
Onde estão ??
Minto. O amor ainda. Ele se perdeu em algum lugar, dentro d mim e dentro dela. Talvez ele volte e nos ponha, novamente, em rota d colisão. Talvez...
Queria um colo ou um ombro.
Queria chorar.
Queria ñ ter acordado desse sonho...
Desculpe p/ td...
T amo.

Perfeita imperfeição


Não
Eu ñ gosto d amores fáceis
Prefiro amores impossíveis, improváveis
Amores q me levem ao céu ou ao inferno
Q me façam rir, qnd ñ devo, e chorar, qnd ñ quero


Não
Eu ñ busco amores simples
Opto p/ amores complexos, penantes
Amores ora parecidos e ora diferentes d mim
Q me direcionem a perceber o qnt o amor eh imperfeito

Não
Eu ñ quero amores saudáveis
Fico c/ amore nocivos, instáveis
Amores q me divorciam da razão
Q me casem tão somente c/ a emoção


Sim
P/ + detestável e doloroso q esse frio sentimento seja
Eu amo amar...

quarta-feira, 11 de março de 2009

Eu queria q vc soubesse...


Queria q vc soubesse q penso em vc qnd abro a janela e a luz e o calor do sol penetram em meu quarto
Q penso em vc todas as vezes q escuto alguma música, seja ela feliz ou triste
Q penso em vc sempre q olho p/ lua cheia em noites sombrias ou estreladas
Q penso em vc qnd me deito e fecho os olhos, sabendo q vou sonhar ctg...

Queria q vc soubesse q qnd estou ctg meu coração passa a bater no ritmo da + pura e sincronizada melodia
Q qnd estou ctg meus olhos cogelam a imagem perfeita, p/ lembrar-me sempre q voltar a fechá-los
Q qnd estou ctg soh consigo sentir o perfume do teu corpo, penetrando ardente pelas minhas narinas
Q qnd estou ctg o mundo parece um lugar melhor d se viver e se morrer...

Eu apenas queria q vc soubesse q amor ñ eh o + perfeito do sentimentos,
Mas q eh ele quem nos inspira a acordar, dia após dia...

Eu apenas queria q vc soubesse disso, soh isso...

segunda-feira, 9 de março de 2009

Tenho medo...

Medo...
Pode-se dizer q minha segunda-feira se resumiu, principalmente, à isso...
Fosse outra pessoa, poderia falar q foi ótima ou algo do tipo, entretanto, independente d ter acontecido o q aconteceu, tive medo.
Medo d qse td: da situação; do sentimento em jogo; d como ela me passou a ver após o fato em questão...
Medo do amanhã.
Se dissesse q ñ gostei, seria o maior dentre os mentirosos. Apesar d todo d o "perigo" q envolvia, tanto o fato em si, quanto a circunstância como um todo, nunk poderia negar q foi 1 das coisas + incríveis q tive, desde q passei a ver o sexo oposto como algo além d amizades.
Incrível, ñ pelo acontecido, + pela pessoa envolvida.
Naquele momento, fomos + do q um simples casal. Fomos amantes.
Sei q ñ foram + q 20 ou 25 minutos, contudo, durante esse tempo vi q ela ñ era soh + uma. Jah tenho total certeza qnt ao meu sentimento em relação à ela, e todos os meus pensamentos durante aquele instante soh vieram à confirmar isso.
Mas aquele olhar...
Aquele olhar me fez desmoronar.

Foi angustiante ñ saber o q poderia acontecer amanhã. Será q ela irá me ver c/ o msm senso d antes ?
Tenho medo do amanhã.

domingo, 8 de março de 2009

O fim do castelo de areia

Eu poderia (ou deveria, ñ sei ao certo...) estar acostumado c/ toda situação, entretanto, + uma vez meu eu sofre diante d td.
Esse tinha todos os ingredientes p/ ser + um típico dia d domingo...
D certa forma ateh foi...
Infelizmente. Ñ sei se tow imaturo assim, ou se simplesmente esse sentimento que toma conta d mim deixa-me cego, surdo e mudo p/ qlqr c
oisa q esteja ocorrendo ao meu redor.
Olho, penso, ouço, discordo, acredito. Porém, em questão d instantes todo o castelinho d areia parece sucumbir às forças maiores.

Passo hrs do dia tentendo buscar respostas, q me façam ver a vida d forma + racional, contudo, cada vez +, vejo q nunk conseguirei vencer meu lado emotivo e q minha racionalidade soh serve p/ os meus amigos, nunk p/ mim msm.
Há dois dias, sorri p/ achar q o futuro talvez pudesse ser diferente. Qse q instantaneamente, percebi q era soh outra peça, como tantas outras, q o destino insiste em me pregar.
Nesse exato momento, ñ sei ao certo o q estou sentido. É um misto d tristeza, revolta, decepção, como se todas estes sentimentos apertassem minha garganta c/ uma força da qual ñ consigo escapar.
Ñ vejo o amor como uma guerra, mas se ele a for, sinto q a cada batalha q vou perdendo, enfraqueço e, aos poucos, chegará o momento em q ñ conseguirei levantar.

O amor...


Há quem diga q o amor eh, dentre tds os sentimentos humanos, o + complexo.
Talvez ele o seja...
O amor eh confuso, eh centrado.
Eh certo e ao msm tempo, errado.
Às vezes eh quente e radiante como uma tarde ensolarada. Noutras pod ser frio e obscuro como uma noite s/ luar, arrasada.
Faz c/ q façamos inúmeros planos futuros, ou pod nos remeter aos fatos ou passados duros...
Complexo ou ñ, o amor dói ao passo q alivia.
Nos faz sentir a melhor e/ou pior pessoa do mundo, ainda sim, vicia.
Maltrata qnd o queremos bem; trata bem qnd o queremos maltratar.
Enfim...
O amor eh td isso.
Eh td q desejamos d melhor e pior p/ nossa vida.

Quem sabe com ela...

"Ela me olhou - Vem!
Quem sabe com ela
Eu veria as tardes
Que sempre me faltaram
Como miragens, como ilusão!

Se eu não posso ver
Fico imaginando
Eu fico imaginando

Virá com ela que entrega
Virá, sim, assim virá que eu vi
Virá ou ela me espera
Virá, pois ela está ali
"

Trecho da música Ali, do Skank

sábado, 7 de março de 2009

P/ refletir [2]

"Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender...
"


Trecho extraído da música O Que Eu Também Não Entendo, do Jota Quest

sexta-feira, 6 de março de 2009

Simplesmente, saudade...

Saudade: Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las...

Bendito Dicionário Aurélio !!! Sempre presente !!! Sempre certo !!!.
Embora esta palavra se faça presente apenas na nossa Língua Portuguesa, é fácil saber que seu significado pod ser encontrado em qlqr coração apaixonado mundo afora.
Sim, saudade...
Mi
nha sexta-feira se resumiu à unica e exclusivamente esta palavrinha de 7 letras.
Mas por que sentir tanto sua falta, se nos fins d semana tbm ñ a vejo ??

Simples... Porque ela faz parte da minha vida. Porque eu sei que todos os dias, os quais vou à universidade, irei encontrar aquuele sorriso, aquele olhar... Porque sei q durante cinco dias da semana, ela pod ser minha ainda q p/ alguns minutos, ainda q soh p/ 1 abraço ou soh p/ 1 aceno.
Dessa vez, porém, isso não aconteceu...

Tive uma manhã sem cor, sem alegria, sem vida.
Cada passo q eu dava era sem mínimo estímulo, pois sabia q tanto fazia ser ágil ou lento. Eu ñ ia vê-la msm...
Após o carnaval, achei q poderia reduzir td esse meu sentimentalismo, entretanto, percebi q nessa última semana td mudou: Eu me reapaixonei p/ ela.
Tds as lembranças desagradáveis q eu tinha tido, desde o reveillón até o carnaval, haviam sido postar em último plano. Pareciam ter sido jogadas dentro d um baú velho e depois trancafiadas.
O q eu antes eu sentia, logo qnd descobri q estava apaixonado, haviam voltado. Novamente eu tinha saudades, ciúmes, e principalmente o velho brilho nos olhos q possuia anteriormente, sempre q a via.
Contudo, estes elementos ñ estavam totalmente como antes. Apresentavam uma diferença crucial, pois estavam mais puros, mais sinceros e bem mais fortes q antes.

Talvez essa saudade q tanto dói e me aflige, ñ seja d td má. Ela pod ser o ponte q faltava p/ o amadurecemento d um sentimento nobre e complexo: o amor.

quinta-feira, 5 de março de 2009

"Nem tudo que reluz é ouro"

Sim... Suportar a vida real ñ eh p/ qlqr um.
Nem sempre o q se vemos como um bom sinal, o eh d fato. Muitas vezes ñ passam d + uma mera armadilha ou provinha d fogo imposta pelo destino...
Hoje, + uma vez, foi assim...
Novamente, percebi o qnt eh doloroso amar, e o qnt eh doloroso ñ ter esse amor retribuído da msm forma.
Devaneios, milhares deles, fazem uma ciranda dentro d minha kbça... Ela me ama ?! Ela ñ me ama ?! Sempre q fecho os olhos, tenha-a na minha frente, sendo minha, só minha. Entretanto, qnd abro os olhos, noto q td ñ passa d uma doce, intensa e passageira ilusão...
Td q eu gostaria d entender era o porquê d insistir numa história q, ao q td indica, nunk estará a favor d mim.
Me faço essa pergunta qnd acordo, qnd estou c/ ela, qnd vou dormir...
Ñ quero ser soh + um.
Sei o q quero. Pena q ela ñ...
Muito + do q despedaçar uma flor, num joguinho d bem-me-quer mal-me-quer, o amor despedaça a mente e a consciência d um indivíduo como um td.

terça-feira, 3 de março de 2009

P/ refletir...

"Sem farsa, conchavo, sem guerra
Sem malta, corja ou trapaça
A vida é um drible ágil
Entre as pernas da desgraça

Eu vou
Hoje eu vou inventar
O antitelejornal
Pra passar só o que é belo
Pra passar o essencial, eu vou"

Trecho extraído da música Antitelejornal, do Skank

E agora, José ?!


Brincadeira, véi !!

Qnd acho q as coisas podem começar à andar (mentira minha, lógico) aew, vem outra "porrada"...

Claro, claro...

Ultimamente, eu ñ tenho me metido nas situações + propensas à finais felizes, mas eu sou humano, pow !! Tow sujeito à erros, como qlqr pessoa !!

Eticamente falando, o q aconteceu há pouco menos d 2 semanas pod ñ ser considerado um deslize (ouso dizer, inclusive, q diante da situação, uma hora ou outra podia acontecer). Entretanto, pq eu me sinto tão mal c/ td ?!

Sim, magoei uma pessoa...

Ela me detestou durante aquela noite... Me detestou no dia seguinte... E talvez ainda esteja me detestando...

Sei q ñ podia ser considerado a pessoa + sóbria do mundo qnd td aconteceu, mas, e se eu tivesse sóbrio ?!

Td bem q tow me sentindo na merda, mas será q deveria estar tão mal assim ?!

Ñ fiz p/ mal... Tenho plena consciência qnd digo isso, diferente do dia do fato em questão.

Mas, ainda sim, sinto-me como se tivesse feito uma das maiores canalhices do mundo...

E o pior d td ñ eh saber q uma pessoa estah magoada cmg. O pior d td é ouvir da boca dessa msm pessoa q ela ñ confia em mim...

Dói, véi... Dói muito...

E assim, segue a novela da minha vida...

domingo, 1 de março de 2009

Qualquer semelhança é mera coincidência


Dúvidas... Dúvidas...

Ngm nunk me chamou d pessoa + centrada do mundo...
D certa forma, estavam certos...
Eh engraçado como as coisas parecem desandar, qnd vc deixa d ser o "narrador em 3ª pessoa" e passa a ser o "narrador em 1ª pessoa".
Desde q consegui amadurecer o mínimo possível - isso deve ter ocorrido p/ volta dos 15 ou 16 anos - sempre tive muitas dúvidas acerca das + diversas coisas e/ou pessoas. Isso nunk era um problema, pois + cedo ou + tarde eu sempre tomava uma decisão sensata.
[Tomava...]
D uns tempos p/ cah - desde a virada do ano, p/ ser + exato -, uma dessas decisões sensatas surgiu na minha kbça... "Ora, ponto p/ mim. Problema resolvido." Pelo menos era isso q eu achava q ia acontecer...
[Achava...]
Na prática, porém, última decisão ñ foi posta em prática.
E pq ?! P/ causa d um outro defeitosinho da minha humilde pessoa: o sentimentalismo.
Claro, claro... Eh fácil p/ outras coisas "em xeque"... Uma hora a gnt vai se decidir e pronto.
Mas aew...
E qnd eh vc a dúvida d alguém ?! Como proceder ???

Um dia, caso descubra, vou anotar e deixar como lembrete em alguma dessas mesa d cabeceira mundo afora...
 
Free Blogger Templates